Depois que a pandemia do novo Coronavírus chegou ao Brasil, todos nós tivemos que mudar muitas coisas no dia a dia, desde a comunicação com quem amamos até a forma de trabalhar.

Foi necessário descobrir uma maneira de estar perto, mesmo longe. E aí surgiu uma solução: as chamadas de vídeo.

No início, esse recurso foi um grande aliado, mas, com o passar do tempo, acabou se tornando um problema. Isso porque cada vez mais pessoas passaram a sentir certa exaustão relacionada às videoconferências e isso tem até nome: a “fadiga do Zoom”.

O que é fadiga do Zoom?

É o cansaço mental causado pelo excesso de videochamadas. O nome faz referência ao aplicativo Zoom, que se popularizou durante a quarentena.

Por que a fadiga do Zoom acontece?

Para entender o motivo, é necessário compreender como nosso cérebro trabalha em uma interação social.

Quando conversamos pessoalmente, utilizamos diferentes recursos de comunicação, como a fala, os gestos e os movimentos, para passarmos a mensagem que gostaríamos de forma clara e recebemos uma resposta precisa e imediata da outra pessoa, que também utiliza todos esses variados recursos para se comunicar. Assim, sabemos que fomos compreendidos.

Porém, durante os bate-papos por vídeo, isso não acontece. Enfrentamos diversos obstáculos, como instabilidade de internet, delay na imagem e som ou aparelhos que travam, e isso causa um atraso na resposta, o que faz com que o nosso cérebro entenda que há um problema e comece a trabalhar para tentar corrigir.

Ou seja, o esforço feito pela mente para manter a atenção no diálogo é dobrado e isso traz a sensação de cansaço.

Para piorar, com a quarentena, passamos a utilizar as vídeochamadas para quase tudo: trabalhar, falar com a família, assistir aulas e até fazer exercícios. Imagine só o trabalhão que nosso cérebro tem! E é aí que a “fadiga do Zoom” se desenvolve.

Como evitar a fadiga do Zoom?

Não tem segredo: é necessário encontrar certo equilíbrio e fugir um pouco da tecnologia. Fazer pausas entre as vídeochamadas, levantar e esticar a coluna, separar um tempo sem telas de celular ou computador e buscar um hobby que relaxe a mente já é um bom começo.

Além disso, vale investir também na sua saúde mental e fazer terapia, afinal, além da fadiga do Zoom, também estamos lidando com toda a exaustão causada pela pandemia.

Psicólogo em Mogi das Cruzes

Cuidar de nossa mente é fundamental, principalmente neste momento que vivemos. Aqui, na Clínica Consulta Fácil, você é atendido por psicólogos cuidadosos, com amplo conhecimento e muito dedicados.
Tire dúvidas sobre nossos especialistas ou agende sua consulta pelo telefone: (11) 3786-1010 ou WhatsApp: (11) 99149-8653. Se preferir, clique no botão abaixo e seja redirecionado para nossa conversa.