O otorrinolaringologista, mais conhecido como “otorrino” pela maioria dos pacientes, tem um campo de atuação bastante extenso, tratando muito mais do que doenças do ouvido, nariz e garganta.

Na verdade, é exatamente a importância dessas três áreas e suas interligações com as regiões que compreendem cabeça e pescoço, que tornam a otorrinolaringologia uma das mais completas especialidades da medicina, tendo o papel de pesquisar, tratar e acompanhar diversos outros problemas muito mais frequentes do que se imagina.

Muito mais do que cuidar de inflamações, a otorrinolaringologia trata algumas das funções e dos sentidos mais importantes do corpo humano para uma vida saudável: o olfato, a fala, a respiração, a audição e o equilíbrio. Por esse motivo, assegurar o bom funcionamento dessas funções é primordial para garantir a saúde e o bem-estar de cada pessoa.

Quando procurar um otorrinolaringologista?

A avaliação do otorrino é muito importante para o correto diagnóstico e tratamento das doenças que se manifestam nas regiões do ouvido, nariz e garganta.

Há muitos sintomas diferentes que afetam essas áreas do corpo e, muitas vezes, eles surgem de forma sutil, podendo se agravar com o decorrer do tempo e do quadro da doença.

Os sinais mais comuns que o corpo costuma manifestar e que indicam a necessidade de consultar o especialista são:
• Obstrução nasal;
• Secreção nasal;
• Problemas de olfato;
• Sangramento nasal (epistaxe);
• Dor de cabeça (cefaléia);
• Dor na face;
• Problemas de equilíbrio
• Tontura;
• Dificuldade auditiva;
• Zumbido no ouvido;
• Secreção no ouvido (otorréia);
• Sangramento no ouvido (otorragia);
• Dor de ouvido (otalgia);
• Dor de garganta;
• Dificuldade para engolir;
• Lesões na boca ou na língua;
• Tosse;
• Rouquidão (disfonia);
• Roncos;
• Pigarros.

O tratamento pode ser tanto cirúrgico quanto clínico, dependendo da doença e de cada caso especificamente. Quando diagnosticada logo no início, ela pode causar menos danos à saúde.

Quais são as doenças mais comuns tratadas pelo otorrinolaringologista?

Em uma consulta com o otorrino é possível que diversas doenças sejam diagnosticadas. As principais são:
• Rinite;
• Sinusite;
• Adenoidite;
• Asma;
• Desvio do septo nasal;
• Polipose nasal;
• Distúrbios do sono (apneia);
• Diminuição da acuidade auditiva/surdez;
• Otite;
• Amigdalite/faringite;
• Paralisia facial;
• Distúrbios da deglutição;
• Alterações das pregas vocais;
• Labirintite.

O acompanhamento do otorrino em todas as fases da vida é fundamental

Como as doenças que são tratadas pelo otorrino podem surgir em qualquer fase da vida, é fundamental que seja feito um acompanhamento com o especialista desde a infância até a terceira idade, para ver se está tudo bem com o ouvido, nariz e garganta, e prevenir possíveis doenças.

Com relação aos recém-nascidos, é preciso ter atenção às malformações congênitas e à perda auditiva, realizando, ainda na maternidade, o teste da orelhinha no bebê.

As crianças, por sua vez, necessitam de uma atenção especial com os corpos estranhos introduzidos acidentalmente nos ouvidos e no nariz, causando machucados e, por vezes, consequências ainda mais graves.

Já na fase adulta, são investigadas, entre outras enfermidades, disfonias em pacientes que usam a voz como instrumento de trabalho, como cantores e professores, e neoplasias (tumores) nos pacientes fumantes.

Na terceira idade, é investigada, principalmente, uma das queixas mais comuns durante essa fase da vida: a perda de audição.

Caso você esteja sentindo alguns dos sintomas citados, agende um horário com o nosso otorrinolaringologista e veja como está a sua saúde!
WhatsApp: (11) 99149-8653
Telefone: (11) 3786-1010
Rua Engenheiro Eugênio Motta, 190, Centro – Mogi das Cruzes (SP)